Home » Notí­cias

Palestras FEP – 28/06 a 05/07/2009

28 junho 2009 2 Comentários

Palestras desta semana promovidas pela Federação Espírita Pernambucana.

Local: Auditório da FEP

Domingo, 28 de junho, das 16h30 às 17h30 Palestra com Isoláquio Mustafa sobre “Temas que preocupam a Sociedade: reflexões sobre a Eutanásia”.

Segunda, 29 de junho, das 16 às 17h Palestra com Karla Marcelino sobre o tema “Utilidade das evocações dos Espíritos”, baseado em O Livro dos Médiuns.

Terça, 30 de junho, das 19h30 às 20h30 Palestra com Carlos Roberto sobre o tema “Da Lei de Liberdade: livre arbítrio”, baseado em O Livro dos Espíritos.

Quarta, 01 de julho, das 16 às 17h Palestra com Cleide Bezerra sobre o tema “Bem-Aventurados os aflitos: Se fosse um homem de bem, teria morrido”, baseado em O Evangelho Segundo o Espiritismo.

Quarta, 01 de julho, das 19h30 às 20h30 Palestra com Edizio Santos sobre o tema “Bem-Aventurados os aflitos: Se fosse um homem de bem, teria morrido”, baseado em O Evangelho Segundo o Espiritismo.

Sexta, 03 de julho, das 19h30 às 20h30 Palestra com Severino Barbosa sobre o tema “Porcos precipitados no mar”, baseado em Os Quatro Evangelhos de J.B. Roustaing.

Sábado, 04 de julho, das 9 às 10h Palestra com Roberto Ventura sobre o tema “Espíritos Felizes: Srta. Emma”, baseado em O Céu e o Inferno.

Domingo, 05 de julho, das 16h30 às 17h30 Palestra com Jair Soares sobre o Tema “Mediunidade: Causa e Solução”.

2 Comentários »

  • Jorge Luiz disse:

    Caros Confrades,
    Atravessamos um momento histórico como poucos para alavancarmos o ideal Espírita par que se cumpra a promessa do Consolador. O paradigma espírita cada vez mais alicerça ou melhor, transforma os paradigmas da ciência, da filosofia e das religiões.
    Na condição de Federativa, essa Instituição tem a obrigação de encetar procedimentos que busquem mudar o cenário síncrético que se enraizou no movimento espírita, descaracterizando a Doutrina Espírita, nivelando-a com as demais religiões dogmáticas de então.
    Abrir um espaço para uma abordagem sobre “Os quatro evangelhos de Roustaing” é no mínimo uma falta de coerência com os primados estatutários e ideológicos, suspeito, que fomentaram a fundação da Federação Espírita (?) de Pernambuco.
    Fica aqui minha expectativa de que o confrade responsável pela exposição tenha a capacidade doutrinária e intelectual suficiente de propiciar aos ouvintes os elementos conflitantes entre o Rounstanguismo e a Doutrina Espírita.
    Atenciosamente,
    Jorge Luiz
    Fortaleza – Ceará

  • ednar disse:

    Prezado Jorge Luiz, nossa federativa tem como cláusula “pétrea” de seu estatuto o estudo das obras de Roustaing. Eventuais mudanças em seu conteúdo, para o caso de alguma diretoria quiser tirar essa condição, implicaria na mudança total do documento e você há de convir que opiniões se dividem e que mudanças implicam, às vezes, em milindres por parte dos que concordam com a prática. Respeitamos sua opinião mas queremos dizer-lhe que as coisas não são tão simples assim como pensa, no que diz respeito a atender a tudo o que nos pedem. Certos de sua compreensão e gratos pelo seu contato, despedimo-nos.

    Abraços.
    Ednar Santos – 2ª Secretária.

Deixe um comentário!

Adicione um comentário ou faça um trackback a partir do seu site.

Por favor, seja claro em seu comentário, evite fazer propagandas, auto-promoção ou uso de palavras de baixo calão. Agradecemos.

Você pode utilizar as seguintes tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Se você quiser ter o seu avatar aqui nos comentários, é necessário registrar-se no site Gravatar.com.